Sugestão: Não espere estar morrendo para pedir ajuda!

Quando iniciei as consultorias para as empresas de comunicação visual, em 2010, embora já exerça a atividade desde 1990, a maioria das empresas que me contratavam estavam com uma situação financeira razoável, o maior problema era a falta de organização, processos, problemas de retrabalho, alta rotatividade de pessoal, não sabiam se estavam tendo lucro nos produtos vendidos (sem controle da precificação), outros não faziam a menor ideia de qual era o lucro líquido da empresa ou o ponto de equilíbrio da mesma, e falta total de controles internos.

Isso aconteceu até o ano de 2017, de lá para cá a maioria tem me procurado por, além destes problemas acima, estarem com faturamento baixo, supostamente sem lucro líquido e, algumas, já com problemas financeiros como falta de pagamento de impostos, utilizando cheque especial e outros.

Bom, será que consigo resolver estes problemas? Consigo sim, graças a Deus, e muito trabalho (meu e da equipe da consultoria, colaboradores da empresa), mas acaba demorando um pouco mais.

Nos últimos anos e agora, a maioria das empresas que me procuram estão tendo mais dificuldades ainda, suas despesas e custos fixos acabam superando o faturamento e a situação fica mais insustentável ainda.

Então como fazer um investimento em uma consultoria se a situação já está negativa?

Alguns empresários têm receio e acabam não fazendo o que precisam, não acreditam em superação, perderam o “time” e agora não conseguem mais fazer a consultoria, estão até com o nome sujo na praça e, infelizmente, estão fadadas a morrer aos poucos.

Outros, mais corajosos e com mais atitude, fazem empréstimos no banco para pagar em x vezes, ou refinanciam algum veículo ou vendem o carro da esposa, ou fazem um esforço, com sacrifícios financeiros pessoais, para possibilitar o investimento na consultoria, embora não seja nada extravagante ou absurdo de se fazer (na verdade qualquer empresa consegue), com o objetivo de organizar tudo e voltar a crescer.

Gente, não faço milagres não, embora coloque Deus na frente de tudo e tenha muita experiência (49 anos na área de gestão) e 30 empresas (somente deste ramo de atividade já realizadas), todo o trabalho exige MUDANÇAS, aperfeiçoamento, capacitação, comprometimento, dedicação e disciplina para que tudo gere o resultado que desejamos. Eu digo assim: Deus, com certeza, faz a parte DELE, eu, com o maior carinho e profissionalismo faço o meu, o restante depende da empresa e seus colaboradores. Só isso.

Nada disso é possível se a equipe de consultoria (colaboradores chaves da empresa que vão trabalhar no projeto) não estiverem totalmente (é 110%) dispostos a fazer acontecer. São estas pessoas que vão operacionalizar todas as minhas instruções / orientações / dicas / sugestões e material (que eu mesmo criei durante estes anos) para serem implantados no projeto e deixar a empresa (e todos os seus colaboradores) totalmente organizados. Eu GARANTO isso, mas não depende só de mim!

Tenho várias opções de TIPOS de Consultoria, e cada tipo tem várias opções de investimento, basta escolher a que mais se adequa a sua empresa e “bora” resolver os problemas para deixar a sua empresa (e sua equipe) totalmente em ordem, organizada, estruturada e pronta para crescer neste mercado que, a cada dia, fica mais competitivo e prostituído.

Não espere estar morrendo para pedir ajuda, se está no fundo do poço eu te ajudo mas você vai ter que pular e esticar o braço, tá? Se você não fizer a sua parte não vai dar certo.

Só depende de você dar o primeiro passo! Vamos?

Conte comigo, entre em contato, pelo skype, qualquer que seja a sua situação e vamos conversar, sem compromisso.

Fico à disposição!

Wilson Giglio

CONTATO DIRETO: 
SKYPE: wilson.giglio1
EMAIL: wilson@parceirodosempresarios.com.br

Um grande e fraternal abraço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima